Out Run, o legado

Out Run aparece em quase todos os consoles e computadores, notadamente no Master System, no Mega Drive e nos computadores Commodore 64,Amstrad CPC, amiga, Dos e Msx (que vinha com uma fita cassete com a trilha sonora, para que o jogador pudesse ouvir enquanto jogava). Essas versões variavam quanto à qualidade geral do jogo, com grandes diferenças nas versões para computadores da época, dependendo do hardware de cada máquina. Todas as versões , no geral, foram bem recebidas, sendo que as versões de computadores 8 bits, produzidas pela Us Gold venderam muito bem, fazendo com que Out Run fosse o jogo de computador mais vendido em 1987 na Inglaterra.As versões para os consoles da Sega (Master System em 1987 e Mega Drive em 1991) São as mais conhecidas por nós brasileiros, ou pelo menos por quem teve contato com videogames nessa época. Na minha opinião, a versão do Mega Drive é a que mais se aproxima da experiência do arcade, guardadas as devidas proporções, é claro. Além disso, o game apareceu em outras plataformas, como Pc Engine, Xbox, Game Boy Advance, entre outras, na forma de compilações ou dentra de outras jogos, como foi no caso da versão do Xbox, que está dentro do jogo Shenmue 2.

Estes foram somente os chamados “ports”, que nada mais são do que a tradução do jogo para outras plataformas. Ainda temos as continuações. Tentarei mostrar algumas, me perdoem se esquecer algo, pois existem várias por aí…

As continuações:

Os arcades viram três continuações de Out Run. Duas delas são consideradas não-oficiais por Yu Suzuki. Elas são Turbo Out Run de 1989 e Out Runners de 1993.

Em Turbo Out Run, o jogador participava de uma corrida entre New York e Los Angeles, com um total de 16 fases. Mais uma vez, atenção especial foi dada à música, contando com temas dessa vez
puxados mais para o rock e mais uma vez compostas por Hiroshi Kawaguchi.Nesse game, o carro passa a ser uma Ferrari F-40, onde o jogador passa a contar com turbo (como o nome sugere) e alguns Power ups que são escolhidos durantes as fases. Assim como seu predecessor, Turbo Out Run também foi portado para computadores e os consoles de 8 e 16 bit da Sega.

Out Runners traz de volta os vários caminhos que podiam ser escolhidos pelo jogador, que foram deixados de lado em Turbo Out Run, considerado um jogo mais sério pelos jogadores. Aqui, a atmosfera relaxada volta só que agora os jogadores entravam em competições de até 8 jogadores, dependendo do número de máquinas “linkadas”. Também havia mais carros, qua lembravam carros famosos em seu design, como Fiat 500, Porsche, Ferrari, etc. No quesito música, outra novidade: Pela primeira vez havia um DJ e também a possibilidade de se mudar a música durante a partida. Todas as músicas do primeiro Out Run estavam de volta, assim como outras mais, novamente com a participação de Hiroshi Kawaguchi. Vale adicionar que Out Runners radava no então novo hardware da Sega, o System 32, sendo consideredo um dos games de maior sucesso da placa.

O game recebeu um port para o Mega Drive pela Data East. O game era em tela dividida, a que deixou muitos jogadores irritados, sendo um dos motivos pelas duras críticas recebidas pelo jogo.

Já em 2003 é lançado Out Run 2. Esse é o primeiro game da série a ter as licenças oficiais da Ferrari para os carros, já que antes não se utilizava a marca, os carros apenas eram bastante similares aos da marca italiana. Out Run 2 fez muito sucesso, apostando na mesma fórmula do primeiro Out Run, ou seja, direção descompromissada, carrões Ferrari, excelente trilha sonora e gata ao lado. O game também marca a chegada de Out Run ao mundo 3d. O jogador pode selecionar agora vários modelos Ferrari, entre eles a clássica Testarossa, a F50, a F 40, a Enzo, entre outras, sendo que cada veículo tem suas características de dirigibilidade distintas uns dos outros.Além do modo normal, o jogador agora pode escolher entre os modos Heart Attack, onde a passageira sempre pede que você complete uma tarefa, que pode variar de não bater nos outros carros até fazer drift na área delimitada da pista e o modo Time Attack, onde ele corre contra um “carro fantasma”, tentando melhorar o tempo.No quesito musical, o game conta com 7 trilhas sonoras totalmente novas, que vão de baladas a rock, além da trilha sonora original que é destravável.

Out Run 2 foi portado em 2004 para o primeiro Xbox pela Sumo Digital, preservando o game original e adicionando ainda mais modos de jogo.

Vale a pena também citar os vários Spin-offs de Out Run que foram lançados para vários sistemas. Esses jogos são : Battle Out Run, Out Run Europa, Out Run 2019, Out Run 2006: Coast to Coast e Out Run Online Arcade.

Out Run é sem dúvida um dos jogos mais conhecidos e adorados da Sega, com versões para muitos consoles. Isso prova a competência e a capacidade de criação de Yu Suzuki e da Am2. Em minha opinião, os games mais memoráveis da série são o port do Out Run para o Mega Drive e o Out Run online arcade, que saiu para Xbox 360. Ah! Out Run também foi lançado na E-shop do 3ds como 3D Out Run. Vale à pena dar uma conferida, porque sinceramente, jogar essa grande obra vale a pena em qualquer lugar!

Compartilhe!

Post Author: Julian Camargo

O Julian é um gamer das antigas. Apaixonado por videogames e por jogar. É um grande fã dos jogos e consoles PlayStation. Suas franquias favoritas são Uncharted e Ratchet and Clank. Também gosta de ler, ouvir musica, gatos e tecnologia. É professor coordenador pedagógico em uma escola de idiomas e leciona inglês e espanhol em outra.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *