Primeiras impressões: Forza Horizon 4 – Demo

Outono, inverno, primavera e verão. As quatro estações chegaram ao Festival Horizon. Na semana passada Forza Horizon 4 recebeu uma demo para Xbox One e PC. O JT baixou o game e traz as primeiras impressões neste artigo.

A versão usada para essa análise foi a de computador, baixada na Microsoft Store, no Windows 10. Confira as especificações da máquina usada abaixo.

Configurações*:

  • Processador: Intel Core i5 7400
  • Placa de vídeo: AMD RX570 – 4GB
  • Memória RAM: 8GB DDR4
Configurações mínimas e recomendadas para jogar no computador. Imagem: Microsoft

 

Antes dos testes, tivemos algumas dificuldades para iniciar o game e mantê-lo aberto. Na tela de inicialização apareceu um aviso para atualizar a placa de vídeo. Depois de feita a atualização, o jogo abriu normalmente, porém, sem som. Então reiniciamos pela primeira vez. Tudo normal. Primeira tela de loading, segundo erro: o jogo fechou. Passamos por pelo menos mais quatro tentativas até conseguir jogar por completo a primeira estação, Outono, então o jogo fechou novamente. Depois disso o jogo só voltou a dar erro mais uma vez, durante a primeira gravação de gameplay. Apesar desse contratempo, o jogo está bem melhor do que o Horizon 3 no PC. O número de quadros se manteve estável ao longo de toda a gameplay e foram raros os momentos em que ficou abaixo de 60 frames por segundo. Isso mostra que a PlayGround Games fez uma boa otimização. Só esperamos que os fechamentos inesperados sejam corrigidos em alguma atualização.

Quando finalmente conseguimos abrir o jogo, foi possível admirar toda a beleza gráfica e o potencial da franquia de se renovar a cada título. De cara o jogador é apresentado a um vídeo e uma gameplay de aproximadamente dez minutos, até a entrada do Festival. Esse modelo já é conhecido por quem acompanha a série e a cada edição o trajeto é feito com um carro de destaque, que sempre aparece na capa do jogo. Dessa vez o escolhido foi a McLaren Senna. O esportivo que pode chegar a 340 km/h é uma homenagem ao piloto Ayrton Senna, três vezes campeão de Fórmula 1 pilotando uma McLaren.

McLaren Senna

A próxima estação é o Inverno, com uma referência de respeito: As Crônicas de Gelo e Pneus. O controle do carro na neve é bem difícil e confessamos que atropelamos algumas dezenas de muros até o final do trajeto. Aliás, a destruição de cenários é algo que está mais presente no jogo. Algumas árvores mais baixas e muros de pedra podem ser destruídos ao passar com o carro por cima.
Depois veio a Primavera em uma pista de rally animal. Essa parte nos lembrou a demo de Forza Horizon 3, durante a pista com o buggy, por conta de todos os saltos e pelo próprio cenário, com muita lama e árvore. E por último, mais uma corrida com a McLaren Senna até a sede do Festival, durante o Verão.

Ford Focus RS RX

Ao chegar na reta final descobrimos que a franquia colocou o jogador novamente no papel de novato. Você é um piloto que conseguiu provar o seu valor e garantiu uma vaga para disputar o maior festival de automobilismo do mundo.
A partir desse momento escolhemos o nosso avatar e partimos para o mundo livre. Durante essa demo é possível correr em quatro situações: corrida na cidade, rally, dublê de filme e corridas de rua ilegais. Como de costume, o jogo dá um carro de graça para cada modalidade (cidade e rally).

Sentimos que a jogabilidade está um pouco mais dura ao jogar sem nenhuma ajuda ligada e o dano foi aprimorado ao extremo. Pode ter certeza que você irá notar aquela batida na curva que passou reto. Os detalhes de amassados na lataria e trincos nos faróis são incríveis.

O jogo está bem caprichado nos detalhes de danos estéticos

O cenário da Inglaterra nos remeteu a uma sensação nostálgica do Forza Horizon 2, que também se passa na Europa. Provavelmente esse sentimento irá diminuir com a entrada de diferentes estações, algo que até então só podia ser provado na franquia por meio de DLC’s.

Houve uma renovação visual no game, desde os menus até a contagem regressiva para o início da corrida. Infelizmente, não conseguimos testar a personalização estética dos veículos, pois até o momento só a tunagem e a compra de peças estão liberadas.
A nossa conclusão é: essa demo mostra tudo que é preciso para convencer alguém a comprar o novo Forza e deixa com um gostinho de quero mais.

Forza Horizon 4 chega ao Xbox One e PC no dia 2 de outubro e também estará disponível para assinantes do Game Pass.

*O jogo foi configurado na resolução 1920 x 1080, no preset “Alto”.

Compartilhe!

Post Author: GiovanniT

Estudante de jornalismo e gamer desde sempre. Quando criança teve apenas um Dynavision e um PC razoável. A felicidade maior foi quando conheceu a Steam e comprou seu Xbox One. Gamertag/Live: Dukalav

1 thought on “Primeiras impressões: Forza Horizon 4 – Demo

    Caio

    (17 de setembro de 2018 - 13:31)

    Eu também tive algumas “engasgadas” no XOne, e correr nas ruas britânicas (onde as vias são o contrário daqui no Brasil) é bem estranho haha
    Boa matéria!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *