Joystick Terrível Podcast 18 – The Game Awards e jogos de 2018

JT Podcast 18 – The Game Awards e jogos de 2018

Fala Joystickters!!!

2018 já está no seu fim, mas as festas e comemorações de final de ano não impediram a gente de se reunir em mais um episódio do nosso podcast. Gustavo BiazoliRena Dores, Matheus “O Crítico” e nosso convidado especial, Vinicius Szabo, batem um papo sobre os jogos lançados em 2018 e as principais categorias do The Game Awards. Neste episódio: 2028 será o próximo ano dos videogames, Brasil se destacando cada vez mais, fuja dos tentáculos de Call of Cthulhu e esqueça Red Dead do PS2.

Participantes:

Gustavo Biazoli (Host) | Renan Dores | Matheus O Crítico |Vinicius Szabo

Neste Programa:

 


Kamai Store

Para quem gosta de actions figures, conheça a Kamai.store produtos com qualidade e com preço acessível, quem acompanha o JT tem desconto especial usando o código JOYSTICKTERRIVEL são 15% de desconto.


Edição completa e Arte: Gustavo Biazoli

Web Master: Maciel Portugal

Curtiu nosso podcast? Assine nosso feed www.joystickterrivel.com.br/feed/podcast e compartilhe com a galera, espalhe o Joystick Terrível entre os amigos.

Criticas, Sugestões, Elogios: mande um e-mail para [email protected] (não esqueça do seu nome completo, profissão e cidade)

Compartilhe!

Post Author: Gustavo Biazoli

Gustavo Biazoli é editor de vídeo profissional e gamer desde criança. Seu primeiro console foi o incrível Master System, seguido do SNES e um PSOne, onde seu amor pelos games realmente floresceu. Gamertag/ PSN ID: 'GBiiazoli'

3 thoughts on “Joystick Terrível Podcast 18 – The Game Awards e jogos de 2018

    Diego

    (12 de janeiro de 2019 - 12:37)

    Um dos motivos que o Red Dead 2 não ganhou o Goty para mim foi esse realismo exagerado da Rockstar, gosto de jogos lentos, mas o Red Dead chega a ser totalmente arrastado e cansativo, realismo em um game é bacana, mas desde que seja controlado, é como Shigeru Myamoto disse: “Um game não teve ser tão realista como na vida real, pois torna-se frustante e perde-se a diversão”… além da jogabilidade que achei bem ruim, principalmente o cover, que é algo que reclamamos com a Rockstar faz anos e continua a mesma droga.

      Gustavo Biazoli

      (14 de janeiro de 2019 - 11:31)

      Valeu por ouvir o cast, Diego.
      Ainda acho que esse realismo de RDR2 funcionou muito bem, mas compreendo a lentidão desagradar alguns jogadores. Eu mesmo quero rejogar a campanha, mas desanimo só de pensar do longo tutorial do inicio do game.

      Continue acompanhando o JT.

    Caio

    (19 de maio de 2019 - 13:48)

    2018 em sumo: que ano para ser gamer!
    Eu não joguei muita coisa, mas Forza Horizon 4 agradou por demais, principalmente por sair direto no Game Pass. Ê, Mãecrosoft! haha

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *