BIG Festival 2019 | Os melhores jogos da Panorama Brasil que você precisa conhecer

E aí, Joystickers!

Uma das maiores feiras de games Indie do mundo, a BIG Festival 2019 aconteceu durante os dias 26 a 30 de Junho, e o JT esteve lá testando os games expostos e conversando com os desenvolvedores para trazer as últimas novidades para você.

Neste artigo, listamos alguns dos jogos mais chamativos e interessantes da Panorama Brasil, Mostra de jogos que não faz parte da competição selecionados pela equipe de curadoria do Festival e que você deveria ficar de olho. Vamos lá!

Astro Pig

Uma galáxia em colapso, um porquinho astronauta e centenas de estrelas para alimentar. Com uma premissa bastante simples e uma direção artística charmosa, Astro Pig foi desenvolvido durante a Gamethon, uma game jam, onde desenvolvedores se reúnem para desenvolver um game dentro de 48 horas.

Seu maior trunfo, o estilo de gameplay simples porém divertido, remete a grandes clássicos mobile, como Angry Birds e Cut the Rope. Segundo os desenvolvedores, há planos para trazer o título para celulares. Astro Pig está disponível para PC, e pode ser baixado em sua página no itch.io.

Jogo: Astro Pig

Desenvolvedora: GDP

Plataformas: PC

Site Oficial: https://raposodev.itch.io/astro-pig


Dolmen

Um velho conhecido, Dolmen é um jogo de ação em terceira pessoa com elementos de RPG e Horror no espaço. Tivemos acesso há algum tempo à uma demo disponibilizada pela desenvolvedora, e você pode conferir nossas impressões aqui. Com fortes inspirações em títulos como Dark Souls e Dead Space, o game é extraordinário em todos os aspectos.

Desde que testamos pela última vez, houve grande avanço, e Dolmen apresenta uma jogabilidade bem mais polida, interfaces mais consistentes e um visual de tirar o fôlego. A narrativa promete ser profunda e bem trabalhada, com influências lovecraftianas, segundo a descrição na página oficial do game na Steam.

Em conversa com os desenvolvedores, nos foi dito que o game já está em um estágio avançado de desenvolvimento, e já conta com cerca de 8 horas de gameplay. Com previsão de ser lançado ainda em 2019, Dolmen será disponibilizado para PC, com versões para PS4 e Xbox One planejadas para um lançamento futuro.

Jogo: Dolmen

Desenvolvedora: Massive Work Studio

Plataforma: PC, PS4 e Xbox One (Em Breve)

Site Oficial: http://dolmenthegame.com


Dream Dasher

Com grandes influências em Sonic e Kirby, Dream Dasher é um game de plataforma em que a movimentação é um dos pontos chave do gameplay. Como o nome indica, você utiliza o dash para atingir e avançar por diversos pontos do cenário, incluindo inimigos, frutas coletáveis, cipós e até o objetivo no final de cada fase.

Em conversa com um dos desenvolvedores, nos foi dito que o jogo tem o objetivo de agradar a diversos público, desde speedrunners, trazendo mecânicas que tornam a jogabilidade e a movimentação bastante dinâmicas, passando por colecionadores, que poderão coletar inúmeros itens em cada mundo, até os mais casuais, que preferem curtir o game no seu próprio ritmo. Para os desenvolvedores de plantão, vale citar que o game está sendo desenvolvido usando a Construct 2, um feito e tanto considerando a complexidade do título.

De fato, Dream Dasher se mostra bastante divertido, com uma fluidez de movimentação única. A arte não fica atrás, sendo bastante caprichada. Ainda sem data de lançamento definida, você já pode experimentar uma demo na página do game no itch.io, disponível para PC.

Jogo: Dream Dasher

Desenvolvedora: Puddleside

Plataforma: PC

Site Oficial: http://puddleside.com/


Raider of the Ruby Chest

Imagine sair de viagem com seus pais para conhecer ruínas antigas. Agora imagine se perder dentro das ruínas e se meter em uma aventura no melhor estilo Indiana Jones. Raider of the Ruby Chest é um jogo extremamente charmoso e bastante imersivo e divertido. Bebendo de fontes como “Caçadores da Arca Perdida” e “Spelunky!”, o game é um metroidvania em que um garotinho deve se aventurar por antigas ruínas em busca de partes de uma chave que abrirá o Baú de Rubi, e revelará o maior segredo do local.

Raider of the Ruby Chest brilha com sua estética: o título é todo trabalhado para simular um game em 8 bits, especificamente os de Game Boy Color (mas sem a preocupação com as pilhas). A fidelidade é tamanha que até mesmo os pequenos loadings entre uma tela e outra ocorrem, e é fácil esquecer que se trata de um game novo.

Diversão garantida, o game ainda encontra-se em desenvolvimento, tendo uma previsão de lançamento para o final deste ano, segundo informações na página do game no itch.io. Lá você ainda pode baixar uma demo e relembrar os velhos tempos.

Jogo: Raider of the Ruby Chest

Desenvolvedora: Cacareco Games

Plataforma: PC

Site Oficial: https://cacareco.itch.io/ruby


Bed Time

A hora de dormir nunca foi tão frenética e desafiadora. Desenvolvido como projeto de conclusão de curso por alunos da PUC Minas, Bed Time é um Third Person Shooter com um objetivo simples: sobreviver as hordas de diversos monstros que vieram atrapalhar a festa do pijama da criançada. Pegue o Rifle de giz de cera, a Shotgun de bala de gude ou a grande Bazuca de Refrigerante para acabar com as criaturas e conseguir o máximo de pontos para ganhar a partida. Além de inspirações de jogos como Gears of War e Call of Duty (modo zombies), Bed Time traz referencia ao clássico desenho “Turma do bairro” com sua criatividade na criação das armas e itens.

Além do modo Horda, o jogo conta com um modo “Lutinha” (Deathmatch) e “Pega a Coroa” (King of the Hill), mas não se encontravam disponível para teste durante o evento. Infelizmente Bed Time não tem uma previsão de lançamento ou mesmo demo disponível para o publico.  

Jogo: Bed Time

Desenvolvedor: Lucas Couto e equipe

Plataforma: N/D

SITE (não-oficial): https://www.artstation.com/artwork/Y5JWY


Gravity Heroes

Destaque na BGS de 2018, Gravity Heroes volta dessa vez no BIG Festival com uma demo atualizada e novas mecânicas. Em Gravity Heroes a gravidade é sua aliada – pelo menos até conseguir controla-la de forma eficiente. Com suporte para até 4 jogadores em modos cooperativos e competitivos, o jogo conta com uma gameplay fluida e inteligente, design de personagem criativo e uma pixel arte lindíssima que remete aos clássicos jogos de 16 bits.

A nova demo traz uma mecânica de respawn bem interessante durante as partidas. Consiste no jogador coletar uma certa quantidade orbes das criaturas destruídas pelos demais jogadores e usar a energia para reviver o personagem.

Gravity Heroes promete não só partidas divertidas e desafiadoras entre os jogadores como ser outro nome brasileiro forte no mundo dos games. A previsão de lançamento é para o final de 2019 para PC, Xbox One e PS4.

Jogo: Gravity Heroes

Desenvolvedora: Studica Solution, Electric Monkeys

Plataforma: PC, Xbox One e PS4

SITE: https://www.gravity-heroes.com


Zueirama

A “zueira”estar no sangue de quase todo o brasileiro já se tornou um fato e Zueirama não é nada mais nada menos do que essa “essência br” em forma de um jogo 16 bits, desenvolvido pela galera do Memes Games. Com cerca de 15 fases e 7 chefes, o jogo é um festival de piadas e referências mais famosas da internet brasileira, contando deste “Youtuber em banheira de Nutella”, “mascote de refrigerante popular bizarro” até com uma “Falsa gravida com barriga gigante”.

Gameplay é executado de forma fluida e responsivo e sua trilha sonora é digna do gênero, com a presença de ritmos tipicamente brasileiros, como samba e funk. Zueirama tem previsão de lançamento para 5 de julho, exclusivamente para PC. O possível sucesso do game trará diversas atualizações como novos memes e referencias ou até mesmo garantir uma sequencia da aventura de Zoinho, o Motoboy preguiçoso. Vamos zuar torcer!

Jogo: Zueirama

Desenvolvedora: Memes Games

Plataforma: PC

SITE: https://http://zueirama.com/


Akina (Destaque por Gustavo Biazoli)

Sim, temos mais um jogo que saiu direto de uma Game Jam. Foram necessários apenas 48 horas (surpreendentes) para dar vida à Akina, da Sukafu Team – estúdio com especialidade em Game Jams, já que em seu catalogo conta com outros jogos do gênero.

Em Akina controlamos um pequeno cachorro que caiu do caminhão da mudança e quer voltar para seus donos. Com donkey kong country tropical freeze e Limbo como principais inspirações, Akina tem um gameplay eficiente para um jogo de plataforma, arte linda com cores e efeitos de iluminação impressionantes para o pouco tempo de desenvolvimento e uma trilha sonora espetacular, que desperta o verdadeiro ritmo que representa tão bem o brasil pelo mundo.

A demo disponível conta apenas com a primeira fase do projeto, mas os desenvolvedores pretendem expandir a aventura de Akina e retratar alguns pontos importantes da jornada de um cãozinho vivendo nas ruas do nosso país.

Jogo: Akina

Desenvolvedora: Sukafu Team

Plataforma: PC

SITE: https://sukafu-team.itch.io/akina


Ilo

Mais um projeto de conclusão de curso. Ilo é um jogo de plataforma exclusivamente cooperativo onde os personagens com habilidades únicas devem cooperar para resolver puzzles e avançar entre as fases desse mundo fantástico e inexplorado. Além de inspiração em jogos como Brothers e A Way Out, Ilo também puxa algumas influências de elementos narrativos do novo God of War, trazendo uma jornada de conhecimento e aprendizagem.

O ponto de destaque de ilo fica por conta de sua arte linda, com uma paleta de cores rica, belíssimo trabalho de iluminação e um design e animação dos personagens bem interessante.

Infelizmente o projeto não conta com site oficial ou alguma previsão de lançamento.

Jogo: ilo

Desenvolvedora: That Flow Studio

Plataforma: N/D

SITE (não-oficial): https://www.dpacheco.net/ilustraes


Sleeping Dragon

O sono de um dragão é o elemento chave por trás deste puzzle. Com um belíssimo visual de aparente inspiração em Journey e trilha sonora com um toque de Bastion, Sleeping Dragon é o titulo brasileiro para os amantes de puzzles.

Aqui controlamos um jovem que deve explorar diferentes mapas tridimensionais coletando totens e itens que revelam a ligação do dito dragão com tais lugares, o desafio? A própria coleta dos itens, visto que chegar até as diferentes plataformas que compõe o cenário não é la um feito muito fácil, já que o protagonista não pula e nem tem uma maneira de se defender dos inimigos.Para chegar ao outro lado de uma plataforma o jogador terá de calcular bem sua habilidade de rolar – o que pode faze-lo cair bem longe da plataforma de origem. Ainda podemos contar com companhia de uma pipa viva que além de ajuda-lo a planar temporariamente ainda da diversas dicas ao jogador.

Os mapas são totalmente em 3D e possuem a forma de uma estrutura isolada no espaço, tal qual os mapas de Captain Toad e algumas fases de Super Mario 64, envolvendo desertos, casas mal assombradas e outros ambientes.

O game se encontra ainda em fase Alpha de desenvolvimento.

Jogo: Sleeping Dragon

Plataforma: N/D

Site oficial: https://www.facebook.com/sleepingdragongame/


Dungeon Crowley

Para quem já ouviu falar do ocultista britânico Aleister Crowley, o trocadilho com o nome do jogo já entrega a natureza dele. Assumindo o papel de um professor, devemos encarar uma dimensão oculta repleta de masmorras com criaturas abissais que virão aos montes sob você que deverá se defender com os itens encontrados pelo cenário.

Misturando FPS e RPG o jogador deverá se equipar com armas e magias diferentes para repelir as diversas criaturas enquanto vaga por dungeons procedurais, ou seja, totalmente randomicas e com diferentes temas também. O jogo permite o co-op com outros jogadores e isso se mostra necessário porque o desafio é alto. As criaturas, magias e efeitos de luz e sombra são impecáveis de lindos e a física dos combates quando a arma encontra seus alvos em explosões de sangue é puro deleito para fãs de combates a la Elder Scrolls, quase uma mistura de Skyrim com Diablo.

Disponível para steam por R$ 36,90.

Jogo: Sleeping Dragon

Desenvolvedora: Animivs Game Studio

Plataformas: PC

Site oficial: http://animvs.com/dungeon-crowley/


Capsella The  Lights of Lucern

Os fãs de RPGs co-op como Baldur’s Gate e Diablo tem seu representante brasileiro na forma de Capsella. Aqui até quatro jogadores assumem o papel de quatro heróis que devem desbravar masmorras cheias de inimigos e chefes em uma missão de purificação através da Capsella, um artefato que é a chave para expulsar a escuridão do Reino de Galad, onde se passa o game.

Os protagonistas são Ambar, a maga; Aran, o lutador; Laurina, a arqueira e Lucas, o espadachim. Cada um com diferentes habilidades pertencentes as suas respectivas classes. A inabilidade de se criar um personagem como normalmente ocorre em jogos do gênero se dá por razões de Storytelling.O combate se mostrou extremamente fluido e bem feito. Magias e demais poderes são ilustrados com efeitos de luzes psicodélicas chamativos, e claro, chefes difíceis, equipamentos e níveis e mais níveis de diferentes habilidades aguardam o jogador como manda o gênero.

Disponível para steam por R$ 17,99

Jogo: Capsella The Lights of Lucern

Desenvolvedora: Bravely Software

Plataformas: Steam

Site oficial: https://www.braverysoftware.com/


Esse artigo contou com a colaboração de Gustavo Biazoli e Matheus, o Crítico.

Compartilhe!

Post Author: Renan da Silva Dores

Renan é um desenvolvedor de jogos recém-formado pela PUC-SP, e joga desde que se entende por gente. Tem mais afinidade pelos exclusivos da Sony, mas se tivesse dinheiro o suficiente, teria todas as plataformas sem pensar. Ama ler, ouvir música, e é um aficionado por tecnologia, sendo secretamente um replicante (Cyberpunk na veia). Atualmente, dá aulas de inglês enquanto caça uma oportunidade no ramo de jogos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *