O Charme de Sound Shapes

E aí, Joystickers! Tudo certo?

Esta semana ocorreu a promoção de meio de ano da PlayStation Store, e eu como bom consumidor que torra dinheiro em jogos fui conferir. Depois de alguns reais gastos, percebi que havia um título adquirido em minha biblioteca durante meu primeiro período de assinatura da PS Plus: Sound Shapes. A última vez que havia jogado esse título foi há cinco anos, no meu saudoso PS3. Decidi dar uma nova chance, agora no meu todo poderoso PS4. Não poderia ter tomado decisão melhor.

Mas do que se trata Sound Shapes?

Sound Shapes é um jogo de plataforma lançado para PS3, PS4 e PSVita em 7 de agosto de 2012 pelo estúdio canadense Queasy Games. Até aí, nenhuma novidade certo? Acontece que o título não só apresenta uma direção de arte bastante própria, como também mecânicas que tornam o gameplay extremamente satisfatório e desafiador: Tudo no cenário compõe a trilha sonora. Desde obstáculos, a plataformas e até mesmo inimigos com padrões de movimentação e comportamento engraçadinhos. Basicamente, você deve coletar todas as notas musicais para ver a canção em toda sua glória, enquanto desvia de tudo aquilo que seja vermelho.

A trilha sonora do game é espetacular, e foi toda construída pensada no gameplay. E se você acha que são músicas feitas pelo próprio estúdio, ou completamente desconhecidas, errou: nomes de peso da música mundial estão presentes por aqui, como o cantor Beck e o produtor deadmau5.

Formas Sonoras

O game não apresenta uma dificuldade muito alta em seus níveis base, apresentando alguns puzzles simples mas inteligentes espalhados pelos seis álbuns disponíveis offline inicialmente, estando entre eles os álbuns produzidos por deadmau5 e Beck. Você começa jogando o álbum “tutorial”, desenvolvido pela Queasy games, para ensinar as mecânicas básicas de gameplay. Não só as regras de o que você deve fazer em cada fase são apresentadas, como também o funcionamento do editor de fases, ensinando a construir suas próprias músicas interativas. Após concluir esse trecho inicial, você é liberado para jogar os álbuns restantes na ordem que preferir. Peço licença poética para dizer que os álbuns de Beck e deadmau5 estão excepcionalmente maravilhosos de se ouvir.

Tendo jogado tanto no PS3 quanto no PS4, posso dizer que a experiência completa, desconsiderando a versão para o Vita, é definitivamente do console mais novo: não apenas o game atinge resoluções maiores, como também os novos features presentes no Dualshock 4 tornam a experiência ainda mais imersiva – O LED de status do joystick pulsa de acordo com a batida da música e muda de cor de acordo com o background da fase, enquanto a caixa de som embutida emite um som a cada nota que você coleta. Você pode conferir a variação do LED no vídeo abaixo.

Após finalizar o “modo história”, há ainda álbuns produzidos pela comunidade disponíveis para download. A lista é enorme, e é possível encontrar faixas extremamente criativas e variadas, tendo até mesmo inspiração de games clássicos, como Shadow of the Colossus. O mais interessante é que há ainda álbuns produzidos com faixas da comunidade que tiveram a curadoria de grandes veículos de comunicação, como Gamespot e The Verge, algo que demonstra a força que a comunidade do game possui.

Sound Shapes é uma experiência bastante única e muito recomendada, e você pode adquirir o pacote para PS3/PS4/PSVita por meio deste link.

Compartilhe!

Post Author: Renan da Silva Dores

Renan é um desenvolvedor de jogos recém-formado pela PUC-SP, e joga desde que se entende por gente. Tem mais afinidade pelos exclusivos da Sony, mas se tivesse dinheiro o suficiente, teria todas as plataformas sem pensar. Ama ler, ouvir música, e é um aficionado por tecnologia, sendo secretamente um replicante (Cyberpunk na veia). Atualmente, dá aulas de inglês enquanto caça uma oportunidade no ramo de jogos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *